sábado, 14 de novembro de 2009

Oração

"Gott laβ meine Gedanken sich sammeln zu dir. Bei dir ist das Licht, du vergiβt mich nicht. Bei dir ist die Hilfe, bei dir ist die Geduld. Ich verstehe deine Wege nicht, aber du weiβt den Weg fϋr mich."

("Deus, reúne os meus pensamentos e direcciona-os para Ti. Em Ti está a luz, Tu não te esqueces de mim. Em Ti está o apoio e a paciência. Eu não entendo os Teus caminhos, mas Tu sabes o caminho para mim.")

Esta noite consegui descansar um bocadinho de tudo aquilo que me tem (pre)ocupado nos últimos dias e talvez por isso tenham voltado as saudades de Taizé. Sem hesitar, se pudesse, era lá que estaria. Preciso de ganhar forças para os dias tão perdidos na rotina.
Não me queixo da minha rotina aqui, mas prefiro a rotina de Taizé.
Mas se Taizé acendeu uma luz tão forte como acendeu (e já lá vai um ano e meio!), não devo deixá-la apagar-se.
Hoje, e não tarde demais, enquanto ouvia os cânticos, regressou a vontade de tudo. Volto a olhar com o espírito de quem espera ver, volto a lutar com a confiança de quem não pode perder. Celo compromissos e recomeço. É sempre tempo.

9 comentários:

dream* disse...

:D
Tem graça... Tenho andado com uma vontade enorme de ouvir os cânticos de Taizé.. Pena não os ter aqui no computador...
Taizé é revitalizante! xD
Beijinhoo**

Alexandre disse...

É bom ter sempre alguma coisa com que nos faça reflectir, neste caso essa Oração!
Na sexta não parecias muito animada quando te cumprimentei (ou foi muita, mas mesmo muita impressão minha).
Beijinhos, um bom domingo :)

Marco Jacinto disse...

Bem começo a ficar curioso ...sobre Taizé..

Rumores Silenciosos disse...

"Mas se Taizé acendeu uma luz tão forte como acendeu (e já lá vai um ano e meio!), não devo deixá-la apagar-se."

Já vai à tanto tempo?
Meu Deus...

Força! Rezo por ti!
Beijos

Rumores Silenciosos disse...

"Mas se Taizé acendeu uma luz tão forte como acendeu (e já lá vai um ano e meio!), não devo deixá-la apagar-se."

Já vai à tanto tempo?
Meu Deus...

Força! Rezo por ti!
Beijos

Ritinh@ disse...

Querida Dream,
Ai Taizé....
O meu sonho de Taizé..
Taizé são apenas duas sílabas que condensam o essencial, que expressam o indizível...

Ritinh@ disse...

Oi Alexandre..
Dizes bem, é sempre bom ter algo que nos faça reflectir... é sempre bom escutarmos Quem nos fala no silêncio!

Sabes... talvez não estivesse "animada" e tenhas razão... às vezes a humanidade de que estamos rodeados, agitada e perturbadora, cheia de stress, ambições, disputas, batalhas por isto e por aquilo, emoções ao acaso... faz de tudo para apagar a lanterna perpétua que Taizé acendou e acende continuamente...
Mas eu não posso deixar.. contudo, sou frágil, somos frágeis!

Beijinho
ana rita

Ritinh@ disse...

Olá Marco!
Fico feliz pela curiosidade, cheira-me que não vai durar muito tempo!
Brevemente iremos lá :P

Ritinh@ disse...

Olá querido Anjo :)

Há tanto tempo?! Nem pensar numa coisas dessas!
Taizé não foi, Taizé é!
Longe de Taizé fica algo de Taizé naqueles que lá passaram, naqueles que lá viveram...

Tenho tanto de Táizé no fundo do coração...
Taizé reavivou em mim a esperança de uma humanidade em comunhão!

Aqueles sinos deviam tocar todos os dias na nossa vida...

Beijinho grande grande!