segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Não te admires que te odeiem

Esta manhã foi bem complexa... ou melhor, uma das aulas foi bem complexa!
Sociologia é bastante interessante, permite discussões muito "giras"...

Hoje estivemos a falar de Cultura, de normas e valores!
A propósito disto, "descobriu-se" que apenas uma aluna da turma vai almoçar à cantina. E tentou-se perceber quais as razões que levavam a maioria a não ir.
Desculpas, desculpas, e mais desculpas. Válidas? Algumas. Estúpidas? Outras. Preconceito? Sim. Conclusão? Talvez.

No fundo, é mesmo uma questão de "atitude", uma questão de "identidade"... quem vai almoçar fora da escola, fá-lo porque é mais "chique", porque está na "moda", porque a cantina só é frequentada por pessoas "necessitadas" e que "coitadinhas, não têm outra alternativa". Há pequenas grandes coisas que facilitam ou não a nossa integração num grupo.

As atitudes que tomamos são resultado dos valores que defendemos. Esses valores orientam a nossa acção. Somos nós coerentes ao ponto de agir de acordo com os valores que defendemos? Se sou contra o consumismo desenfreado, vou praticá-lo apenas para ser bem aceite socialmente? Se não concordo com certas formas de agir, vou agir da mesma forma apenas para ser integrada no grupo? Se muitos consideram o Domingo o pior dia da semana, vou juntar-me a eles para que gostem de mim? Não.

E hoje, mais uma vez surgiram muitos pontos divergentes ao longo da aula...

Se vou continuar a dar voz à minha opinião (muitas vezes contrária à maioria), mesmo que para isso me persigam? Sim. Se isso às vezes não é fácil? Claro!


E há pouco, numas visitas a um blog que gosto muito, encontrei esta carta de Jesus, que me responde a algumas coisas...

"Não te admires que te odeiem
Bom dia Meu Filho, Minha Filha!Se pensas que ser cristão é apenas estar bem com todo o Mundo andas bastante enganado. Se fosses do Mundo, o Mundo amar-te-ia. Mas tu não és do Mundo. Por isso, pode ser de estranhar que estejas bem com todos e que todos gostem de ti.

Se fores um cristão a sério a tua fé deixará um rasto de perplexidade; a tua liberdade interior tornar-se-á provocadora; a tua denúncia das injustiças tornar-se-á incómoda.

Por isso, não te admires que o Mundo te odeie. Não te admires que te ofendam, que te ataquem. Se perseguiram o Meu Filho também te perseguirão a ti. Será sinal de que estás a combater o Bom Combate.

Um abraço deste Pai que te ama
João Delicado sj"

Obrigada!

12 comentários:

Alexandre disse...

Olá! Como já deves ter lido o meu post de eu odiar os Domingos e já meteste no teu novo post que não tens de odiar o Domingo só para as pessoas gostarem de ti.
Para muitas pessoas (que eu conheço) gostam muito do Domingo e eu para não ofender essas pessoas até meti por pontinhos o PORQUÊ de não gostar do Domingo - pois recebia comentários apenas com:
- Porque é que odeias os Domingos, afinal?
Está lá a resposta.
E não é por tu gostares do anúncio do Pingo Doce que eu te vou odiar.
Eu tenho os meus gostos, tu tens os teus, usamos os nossos blogues para expressar isso mesmo.
Eu gosto de ti tal como és e todos os verdadeiros amigos também (daí serem verdadeiros)
Gostei muito do post.
Só quero chegar ao secundário para ter Sociologia (LOL)
Eu q

Anônimo disse...

ola ca tou eu de volta de pois de alguns meses sem diser nda... este texto falame muito... plo meu passado inresponsavel ... o teu amigo de bajouca leiria
bjos muitas saudades voças

Anônimo disse...

Olá minha querida!

Gostei imenso da postagem, como sempre.. Não te esqueças nunca da velha máxima: "estás no mundo mas não és do mundo"..

Aproveito este espaço para te pedir um favor.. até porque sei que o menino-prodígio vai ler este comentário.. explica-lhe porque é que ele gosta do domingo.. a questão é que ainda não descobriu que gosta, mas gosta..

Um beijo

fml

Anônimo disse...

"Quando não existem inimigos interiores, os inimigos exteriores são pouco importantes."

Provérbio Africano

Marco Jacinto disse...

Bom há pouca coisa a comentar..., deixo aqui que quando eu frequentava essa escolinha das Barbies com muitos a chamão, ....Eu na minha turma era dos unicos, que ia comer á cantina, não pelo práto principal mas sim pela sopa que se podia repetir, sem qualquer objecção.. enfim .........


...Ah e o Domingo bom tenho a dizer que é aquele dia...que...devemos de fazer um pouco de tudo embra na minha maneira de ver (seija impossivel!)...enfim aqui todos nós sabemos os pontos geráis,
1ºir á Eucaristia Dominical
2ºalgum tempo com a Familia
3º........
4º.......
5ºlevantar um pouco mais tarde
6ºpara mim é o dia em que melhor me alimento (normalmente)

Conclusão, a meu ver é o melhor dia da semana, (/mas só se não penssarmos que o dia que vem a seguir é a segunda-feira)

Luz disse...

Olá minha Ritinha querida, que bom saber que tu és como és, gostas de ser como és, acreditas no que testemunhas e defendes, e apesar de não ser nada fácil continuas a querer continuar a ser como és.. que Bom!
No pouco que puder vou estar sempre contigo e a teu lado, tu sabes.
E o Domingo ser o dia mais importante e o primeiro da semana ( a semana não começa à 2ª.feira como muitos pensam, mas tal como o número indica a 2ª. é o 2º.dia...), é uma verdade real que se vai aprendendo, sentindo e vivendo..
Nâo desistas nunca, nem mudes só porque sim, porque dá mais jeito e é mais fácil.. se todos conseguíssemos ter coragem como tu... íamos todos comer à cantina e não comprávamos só na loja dos chineses porque é mais barato, mas mesmo com mais um bocadinho de custo comprávamos nas lojas portuguesas para protegermos e defendermos o que é nosso e a nossa economia.. Face à invasão chinesa que estamos a ter na nossa cidade, é a atitude que me apetece ter.
Mas não deixa de ser gira a contradição, uma super-mega-loja de chineses ao lado da Stefhanel.. tem tudo a ver.. se não encontrarmos numa vamos à outra.. Numa claro que não compro, e na outra vou fazer por não comprar. Em qual delas o quê, dá para adivinhar?
E pronto, já tou super a alongar e a fugir ao tema. Desculpa.
Segue em frente. Sempre que te sentires ir abaixo, lê a carta que partilhaste, .. e obrigada, não conhecia e é linda...
Abraço forte, forte, forte.. com sol e chuva,..
Luz

Ritinh@ disse...

Oi querido Alexandre!

em primeiro lugar, fiquei surpreendida pela rapidez do comentário.. mas quero escolarecer que quando escrevi este texto, nem sequer tinha visto o teu comentário ao Domingo no teu blog (penso eu).. de qualquer modo, não foi por ti que referi o Domingo.. apenas dei esse exemplo.
É só um exemplo de que não devemos deixar que os outros influenciem o nosso pensarm sentir e agir.. devemos ser "nós"...

eu sei que gostas de mim, tonta como sou :P
E isso é o belo da amizade...

Sociologia é lindo.... se for dada por um professor
à altura!
E o meu é magnífico!

Beijinho**

Ritinh@ disse...

Olá "irresponsável" da Bajouca... :P

Nunca mais disseste nada.. (ups! Devia estar calada, afinal quem anda desparecida sou eu..!)

Também tenho muitas saudades tuas, quando é que vens fazer uma visitinha ao pessoal?
Beijinho*

Ritinh@ disse...

Olá fml!
Que saudadess.....!

Sim, que boa máxima... "estás no mundo mas não és do mundo"..

Nunca duvidei de que o menino prodigío gostasse do Domingo!
:D

Beijinho grande grande, carregadinho de saudades*

Ritinh@ disse...

olá Anónimo,
tem toda a razão...
às vezes, nós é que complicamos tanto as coisas... e acabamos por deitar-nos a nós próprios abaixo..!

Ritinh@ disse...

Ena Marco, tantas razões para gostar do Domingo xD

Em relação à escolinha das Barbies... se tivesse uma paleta de cores na mão, podes crer que às vezes bem me apetecia mudar a cor, mudar as cores todas!

Beijinho**
ana Rita

Ritinh@ disse...

Olá Luz!
Como vai?
Obrigada pelo seu testemunho..! Sempre muito bom, gosto de muito de reflectir as suas palavras!

Eu gosto mesmo do Domingo!

Em relação a mudar e desistir, peço que só para melhor...
tenho ainda imenso a aprender e a mudar...Mas espero não mudar, apenas por uma questão de facilidade...

Sempre que me sentir em baixo, Ele faz uma nova carta, não preciso de ir aos arquivos buscar esta :P

Um grande grande abracinho.... quentinho!
Ana Rita