quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Injusticas da vida...

Aulas do Dia: Geografia, Matematica e Ingles
Geografia- Entrega dos testes de avaliacao e sua correcao!
Matematica- Funcao Modulo.
Ingles- Realizacao do teste de avaliacao.
A vida é feita de pequenas injustiças. Temos que saber viver com elas. Somos obrigados a respirar fundo e andar p'ra frente sem poder ripostar... e ficamos a pensar que isto não é nada justo! Mas nada podemos fazer contra este estado de coisas. O que nos faz sentir impotentes e pequeninos e inúteis.
Quem é que nos iludiu dizendo que a vida era justa? Fazendo-nos acreditar no pote de ouro no fim do arco-íris?
Mas só assim sabemos apreciar verdadeiramente a felicidade. Ou estas pequenas injustiças existem precisamente para nos fazer apreciar a felicidade.
Mas... o que é a felicidade? Que conceito é esse que todos procuramos? Como é que sabemos se estamos mesmo a ser felizes quando aquilo que uma pessoa considera felicidade pode não ser aquilo que outra pessoa classifica como felicidade?Dito assim tantas vezes e analisada friamente, felicidade parece uma palavra oca, sem sentido, despida de contexto...
Para mim, a felicidade são momentos que conhecemos ao longo da vida. Infelizmente, não pode ser um estado de espírito.
Não me posso considerar feliz só pelo simples facto de a vida me correr bem... até porque não corre bem a ninguém. Somos demasiado exigentes para sermos felizes mas vamos estando felizes! Se pudéssemos ser felizes (permanentemente), como é que poderíamos apreciar a felicidade? Iríamos achá-la banal e assim já não seria felicidade.
A vida é muito injusta! Não podemos ser felizes mas vamos estando felizes... A felicidade é um momento ou vários momentos nas nossas vidas.Podemos sempre tentar que a felicidade seja um estado de espírito. Mas isso é boa-disposição. É ter uma atitude positiva perante a vida. Não permitindo que os (pequenos) revezes da vida nos aborreçam.
Mas dizer é mais fácil que fazer...Somos levados a crer que através de uma atitude positiva tudo nos correrá bem. O que não corresponde à realidade. Existem sempre as pequenas injustiças...
Estado: Tentando a Ausentar-me do Mundo Escolar!

15 comentários:

Anônimo disse...

Pois...as injustiças acontecem mas temos que ter esperança que a vida vai ser justa para nós.
Não podemos desistir!
A felicidade existe e ao contrário do que tu dizes, temos que ser positivos apesar de por vezes perdermos um pouco a esperança de que tudo vai correr bem.
Acredita!!

bjnho
gosto bue de ti

carina

Anônimo disse...

Pareces a stora de Filosofia a falar xD
Se não tivermos uma atitude positiva perante a vida, tambem nao chegamos a lado nenhum :/

Beijinhos*

Joana

Anônimo disse...

Lindo o que escreveste, mesmo! Se nao lutarmos pelo que queremos, nunca teremos nada. Temos de ser realistas e nao nos iludirmos.
Beijinho Querida *

Bárbara @

Ricardo disse...

Injustiças fazem parte da nossa vida, o mundo está cheia delas. Mas no meio de isto tudo existe uma Luz. Nós!

Nós temos nas mãos a capacidade de mudar o planeta.

Bjs
Drt

Ricardo ;D

rita henriques disse...

Impotentes e pequeninos e inúteis. Sim, é o que somos, de facto.
A vida não é justa, niguém disse quer era, não é fácil, mas também ninguém disse que era, não é feliz, mas também ninguém disse que era.. Nós é que não nos sabemos ambientar, nós é que estamos constantemente a franzir o nariz ou a desesperar quando aparece um pequenino problmema.
O ser humano consegue ser fascinante, é como a cereja no topo do bolo em questões de morfologia... No entanto, somos irritadiços, não sabemos lidar com injustiças, quando por vezes até criamos algumas, não sabemos aproveitar a felicidade, até porque estamos sempre à espera que ela apareca, quando podemos estar a vivê-la. Nós comos complicadinhos, não sabemos aproveitar a vida e encará-la com um sorriso nos lábios...

Bem, escrevi tanto e tão pouco. Acho que não disse nada do que queria, mas tenho de ir até ao mundo das equações estequíométricas e dos fractais.

:D Beijinho Aninha *

rita henriques disse...

estequiométricas *

catasantos3 disse...

Concordo plenamente com o q disses.te! existem milhares de injustiças na vida, mas temos d ser fortes e supera.las tdas!! Temos d ter esperança q um dia istu tdo um dia mude! E ai Seremos verdadeiramente FELIZES !! =)

bjs gands*
gostii

Ana Catarina Calheiros :D

Anônimo disse...

Oh my friend, admito que nao li o texto todo, achei-o muito grande e por isso pouco apelativo lol Mas para mim o título ja diz muito.. Como o nosso caro colega frederico diz, sê tu o primeiro a combater as injustiças x) Mas isto daria resultado se todos o fizessemos, enfim.. A vida real nao é assim. Mas nao te martirizes por causa disso, teremos de aprender a viver com esse pormenorzinho significante lol
Mas tambem, tudo tem as suas coisas boas e coisas más, se esta é uma má, significa que existem outras bem boas que a compensem. Ha que ser optimista =)
beijinhs

Rita.

Anônimo disse...

A felicidade somos nós que a construí-mos... Por vezes algo destrói essa felicidade, e lá vamos nós tentar construí-la de novo! Algo repetitivo e complicado por vezes... Mas no entanto se fosse-mos felizes permanentemente (como tu o dissestes) não saberíamos dar valor á felicidade, precisamos de ter o lado contrário (a tristeza), para ver-mos que realmente a felicidade é algo extraordinariamente belo, algo que nos faz sentir bem, não há palavras para descrever a sensação... Ao contrario da tristeza, que nos faz sentir vazios, ocos por dentro...sem qualquer sentido no mundo, algo que nos aperta o coração, que nos leva a perguntar "Porque que a tristeza existe?" talvez para darmos o devido valor á felicidade!!!
As injustiças... uii! Isso é o que há muito neste mundo! A injustiça acontece-nos e n sabe-mos lidar com ela, e ficamos furiosos, irritados por tal injustiça. Mas a vida irá encarregar-se de fazer justiça! Será que vai? Pois ai está uma questão que gostava de ter a resposta!

Bem aqui está o meu comentário, podia dizer muitas mais coisas... mas acho que já chega! xD

Beijinhoss @
Adoro'te amiga :D

Anônimo disse...

Esqueci-me de por o nome pah! --'

O comentario que diz adoro-te amiga e' meu!xD

Ass:Patricia Ramos

Anônimo disse...

nao penses nas injustiças porque nao as podes mudar pensa antes nas coisas que podes fazer para alterar as injustiças!!
acreditar!!

bjss Telma :)

ms disse...

Vou deixar apenas uma pequena frase...

"A felicidade não é uma coisa que se experiencia, é uma coisa que se recorda."

...e um pequenos texto:

"Se estou só, quero não estar,
se não estou, quero estar.
Enfim, quero sempre estar da maneira que não estou.
Ser feliz é ser aquele,
e aquele não é feliz,
porque pensa dentro dele,
e não dentro do que eu quis.
A gente faz o que quer daquilo que não é nada.
Mas falha se não o fizer,
fica perdido na estrada."

Espero que gostes.
Abraços!

Anônimo disse...

Muito bom
Sim senhor :)

Fred

Anônimo disse...

Concordo contigo :')

Adoro a tua maneira de escrever, expreças muito bem os sentimentos..

:)

Beijinho.. e parabéns pelo texto

Sara

Anônimo disse...

Que direi Rita?? Fogo... que o que já te disse que vais ser escritora, que acho que és unica, que um dia vou te ver na televisão como uma grande famosa "Libório".... gostei adorei ler...
(e espero que aquele assunto se resolva)porque não mereces...
E´s um grande talento em vias de extinção infelizmente....

Admiro-te adorei o texto....
Parabéns.=)

sofia...