sábado, 29 de setembro de 2007

Matemática/Agradecimento/Revolta

Esta manhã acordei e deu-me para pensar no sucesso/insucesso da Matemática!

É que na sexta estava a comentar com uma amiga sobre os alunos que viam a matemática como um "bicho de sete cabeças", ela própria dizia que era a disciplina que lhe causava mais preocupação, porque não tinha boas bases!

Aí está...o problema era as bases!!! Eu fiquei a pensar nisto e dei-me por muito feliz!

Ahahaha!!! Sabem porquê?Porque no ensino básico, tive duas professoras de Matemática como muitos gostariam de ter!

Tenho orgulho disso e não me canso de agradecer-lhes!

Também me questiono... Existe um método ideal para ensinar Matemática?
A resposta mais simples e que parece a ideal é NÃO. Quer dizer, ideal mesmo, penso que não. Existem porém algumas condições necessárias para se ser um bom professor. As primeiras condições são três: gostar, amar, ter grande entusiasmo por Matemática, apreciar uma boa demonstração, ficar ligado durante horas, ou dias, num problema intrigante e desafiador. A segunda é conhecer aquilo que se vai ensinar. Isto parece tão óbvio; como se pode pensar em ensinar algo que não se sabe? Mais precisamente, é necessário conhecer mais sobre o assunto do que aquilo que se vai ensinar.

A terceira condição é que o professor não somente goste de Matemática mas que goste também de ensiná-la. Isto implica, por exemplo, colecionar problemas interessantes, procurar as soluções mais claras dos mesmos, buscar as demonstrações mais simples, os exemplos mais atraentes e os métodos mais eficazes de efectuar os cálculos.

Resumindo: estas são as três condições necessárias para um bom professor de Matemática:
(1) Amar a Matemática e ter grande entusiamo por ela.
(2) Conhecer bem aquilo que vai ensinar. Na verdade, conhecer um pouco mais do que o que vai ensinar.
(3) Gostar de ensinar e interessar-se pelos alunos.



Bem..deu-me para escrever isto, pois de alguma forma sinto-me REVOLTADA! Não gosto de entrar em confusões...mas realmente, como é que há pessoas que podem dar aulas, se no fundo, têm consciência que não têm capacidade, e que até nunca deram aquela disciplina e sujeitam-se a dá-la, só porque o Ministério ordenou!!! Isto é o cúmulo... Como é que os alunos irão aprender, como é que nós iremos aprender, se não "marrarmos" em casa? Como é que todos cruzamos os braços perante isto? Como é que é possível que dentro de uma sala de aula, espalhem spray's mesmo à frente da professora e ela não tenha capacidade de reagir?! Como é que há coragem para insultá-la, se no fundo, ela não tem culpa? Não nos podemos esquecer que o ser humano não é ilimitado!

Bem....já chega!!!! Aquele desabafo não era para nenhuma professora de Matemática, isso posso garantir! Tive sempre o privilégio de ser aluna de professoras de Matemática com imensa competência, e de quem gosto bastante. Às vezes, quando começo a pensar em todos os momentos, nas aulas, ou fora, uma lágrima de saudade tende a surgir...

Por agradeço mais uma vez às duas professoras de Matemática que tive, o orgulho é tanto que até vou dizer o nome (penso que elas não se vão importar)! Um obrigado muito grande à professora Lurdes Ribeiro e à professora Clara Fialho! E muitos beijinhos! Só um bom professor consegue cativar verdadeiramente um aluno para a disciplina!!!


3 comentários:

Debora justo disse...

tu escreves tao bem..... que ate da gozto cmentar isto.... sim tens razao ritinha* i eu cncordo com o teu desabafo.... apsar d n ser uma aluna brilhante a matematica..... devo agradecer tambem a professora clara Fialho por nos ensinar tao bem i por vezes ser rigida consco... Secalhar n tive negativas em anbundancia devido a isso..... Es uma rapariga cheia de força que cnsegue transmitir os seus sentimentos por um simples cmptador.... por vezes so cnseguims sentir o que vai dentro da alma de outra pessoa qnd olhamos para ela enquanto fala.... mas com um bom escritor.... basta um simples teclado num cmptador... ou uma simples folha de papel....
Adoro.te pah*

Inês disse...

Concordo plenamente contigo Rita, afinal é injusto tanto para alunos como para professores o que está a acontecer!! Na minha opinião temos todos que nos mentalizar que a Matemática não é nenhum " bicho-de-sete-cabeças", como referiste,mas apenas uma disciplina que muitos temem e nem o sabem porquê! Talvez apenas lhes falte coragem para enfrentar os problemas que lhes são propostos, porque afinal é disso que a Matemática se trata, a resolução de problemas e a única maneira de os resolvermos é nunca desistirmos!!
Por isso concordo contigo, se tivermos as bases necessárias que são criadas por nós próprios com a ajuda dos nossos professores, encararemos sempre a Matemática com facilidade.
Aproveito para dizer que também tive e tenho três professoras espectaculares: a professora Berta que me companhou no 7ºano, a professora Ana Clara Fialho que me acompanhou no 8ºe agora no 9º e a professora Cecília que está agora a acompanhar-me juntamente com a professora Ana Clara Fialho.
Beijos*

Anônimo disse...

Concordo plenamente contigo Rita